segunda-feira, 12 de setembro de 2011

O "Projeto Grafite" do Castelo de Kelburn

O conde de Glasgow, cuja família ocupou o castelo de Kelburn nos últimos 800 anos, convidou em 2007 quatro grafiteiros brasileiros para criar, em caráter temporário, uma obra de arte em parte da construção.



O chamado Projeto Grafite gastou 1,5 mil latas de tinta spray para decorar a construção do século 13. Localizado na costa oeste da Escócia, perto da cidade de Largs, o Castelo de Kelburn, figura, devido a isso, entre os dez melhores exemplos de arte urbana, estando na mesma lista que inclui o trabalho de Banksy em Los Angeles e o Morro da Providência, no Rio de Janeiro.
 



O Castelo de Kelburn se assemelha a centenas de outros antigos castelos da Escócia, com suas torres pitorescas e seus grandes e majestosos salões. A diferença, no entanto, fica por conta de sua fachada, que exibe um brilhante e psicodélico mural de grafite

O Castelo de Kelburn antes e depois do "Projeto Grafite".

O mural se tornou um grande atrativo para visitantes, mas seu período de existência planejado, que era de três anos, já chegou ao fim. 

(Foto:Reuters) Boyle e seu filho, David, na frente do castelo.

Agora, o dono do castelo, Patrick Boyle, escreveu para o Historic Scotland, entidade governamental que assessora os órgãos públicos do país responsáveis por edifícios históricos, pedindo para que a obra permaneça.



A Historic Scotland concedeu sua permissão, baseada no prazo de permanência da obra em três anos. Mas o trabalho da equipe brasileira – que inclui os irmãos gêmeos Otávio e Gustavo Pandolfo, conhecidos como Os Gêmeos, além de Nina Pandolfo e Francesca Nunca – está se tornando uma peça de arte famosa.

"Ele me fascinou. É uma das peças de arte urbana mais importantes do mundo. Me parece ser uma loucura destruir a obra", lamenta o conde de Glasgow.



Um porta-voz da Historic Scotland disse que o assunto ainda está nas mãos da administração regional, o Conselho de North Ayrshire. "A obra de arte é uma celebração da importância do Castelo de Kelburn como um edifício histórico, e estamos satisfeitos de que ela tenha recebido este reconhecimento", disse o porta-voz


Mas uma porta-voz do Conselho de North Ayrshire, que terá a palavra final sobre o Projeto Grafite, disse que não havia planos para executar a remoção da obra de arte enquanto as negociações se encontram em andamento.

Siga @namoaestudio no Twitter e confira namoaestudio.com

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...