quinta-feira, 22 de setembro de 2011

O design feito na Rússia


Para organizar O livro “Made in Russia: Unsung Icons of Soviet Design” o jornalista Michael Idov fez uma pesquisa sobre os produtos mais bonitos e populares do design gráfico e industrial russo. Michael se concentrou em produtos menos conhecidos como aspiradores de pó, carros populares, brinquedos e até artefatos medicinais produzidos no período soviético. A maior parte dos objetos é considerada como obra-prima do design da época e são relembrados como parte da identidade de gerações que nasceram na União Soviética.

A Nevalashka, espécie de "João-bobo" russo. A boneca já existia no país desde o século 19, feitas de madeira, mas a versão soviética só começou a ser produzida em 1958



O gravador de fitas cassete portátil Vesna 309-4 foi um dos primeiros a serem fabricados no país, inspirado nos modelos japoneses.


 





As máquinas comunais de soda foram colocadas nas ruas por decisão do presidente Nikita Kruschev, após uma viagem aos EUA. Cada máquina continha um copo de vidro para tomar doses de água gaseificada com xaropes de sabores variados.





























































No início dos anos 60, os carros Zaporozhet começaram a ser fabricados na URSS como resposta à produção de carros populares europeus como o Fiat 600. O carro se tornou popular porque custava a metade de outros automóveis soviéticos, mas virou alvo de piadas por quebrar com frequência.


O primeiro fliperama soviético "Batalha Naval", foi produzido em 1974, inspirado em um modelo americano de 1969.

Os telefones diplomáticos vertushka permitiam receber ligações de altos oficiais do governo e do Exército, mas não era possível fazer ligações. Os primeiros telefones do tipo foram distribuídos para membros seletos do alto escalão bolchevique após a revolução, em 1918.




Aquecedor portátil de água, instrumento popular entre os viajantes da época do período soviético.

A revista de música mensal Krugozor tinha 16 páginas que serviam como capas para discos de vinil com as músicas comentadas pela publicação. Cada número também tinha entrevistas, fotos e arte psicodélica. A revista foi publicada entre 1964 e 1993.





O livro "Made in Russia" já está disponível para a venda e pode ser comprado pela internet.

Siga @namoaestudio no Twitter e confira namoaestudio.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...