quarta-feira, 20 de abril de 2011

Como surgiram 6 marcas famosas que hoje valem bilhões de dólares.


Você já deve ter ouvido uma história de que a marca Coca-Cola começou no quintal de uma casa... Pois saiba que uma idéia ou a insistência da mesma seguida de superstições, deuses e ciência podem gerar um grande negocio! O mesmo aconteceu com essas marcas, que hoje valem bilhões de dólares.

Chanel nº5

Criada para a grife da francesa Coco Chanel, Chanel nº 5 foi assim chamado porque 5 era o número da sorte da estilista. 


Não satisfeita em usar o algarismo na marca, Coco Chanel escolheu o dia 5 de maio de 1921 para lançar o produto. Vaidades à parte, foi, na verdade, Marilyn Monroe a responsável por fazer com que a fragrância ficasse famosa. Certa vez, em uma entrevista, a atriz foi questionada sobre o que vestia para dormir. Marilyn respondeu: "apenas três gotas de Chanel nº 5".


Yahoo!

A criação do Yahoo! começou em 1994, como hobby dos estudantes David Filo e Jerry Yang, candidatos a PhD na Universidade de Stanford. O portal foi desenvolvido dentro do próprio Campus, e foi ao ar em 1995 com o nome “Jerry’s Guide to the World Wide Web”. Era um espécie de diretório com links para outros sites, organizados em hierarquia e pastas.


Pouco tempo depois, o site recebeu uma nova nomenclatura, passando a ser conhecido como “Yahoo” (ainda sem o ponto de exclamação), que significa “Yet Another Hierarchical Officious Oracle”. Filo e Yang, no entanto, insistem que a inspiração para o nome veio do povo Yahoo, citado por Jonathan Swift na obra As viagens de Gulliver. No livro, o termo descreve algo ou alguém repulsivo, de aparência simples e rude. A marca Yahoo já existia em outros segmentos, motivo que inviabilizava o seu uso para a nova empresa. A solução encontrada foi acrescentar a exclamação: Yahoo!


BMW

Fundada em 1916 pelos irmãos Karl Rapp e Gustav Otto como uma fábrica de motores de aviões em Munique, a BMW foi proibida de desenvolver aeronaves após a I Guerra Mundial. Por esse motivo, a marca passou a ser vista também em motocicletas. Mais tarde, os irmãos dedicaram-se à fabricação de automóveis.




A origem da marca, no entanto, é até hoje vista em seu logotipo, que representa uma hélice de avião, nas cores azul e branca. O primeiro automóvel a ter o símbolo da marca alemã foi o modelo Dixi 3/15, de 1928. BMW é a abreviatura de Bayerische Motoren Werk (Fábrica de Motores da Bavária).



Pepsi
  
Criada em 1893 pelo americano Caleb Bradham, farmacêutico da Carolina do Norte, a Pepsi originalmente chamava-se Brad's Drink, em referência ao nome de seu criador. A invenção começou sendo vendida como xarope: além de ser revigorante, ajudava na digestão. Foi só em 1898 que Bradham passou a comercializá-lo como bebida, com o nome de Pepsi-Cola. 


O nome veio dos seus principais ingredientes, pepsina e nozes de cola. A marca, no entanto, só foi regristrada em 1902. Até 1940, o logotipo da marca possuía somente a cor vermelha e era muito semelhante ao de sua maior rival, a Coca-Cola. Em 1950, a marca ganhou também a cor azul, e em 1962, perdeu a palavra "Cola", ficando então conhecida somente por Pepsi.

Nike
  
Fundada em 1972 pelo treinador de atletismo universitário Bill Bowerman e seu sócio, Phil Knight, a Nike tem o nome inspirado na deusa da vitória, Nice (Niké). Segundo a mitologia grega, Nice era capaz de correr e voar em grandes velocidades. Apropriadíssimo para uma marca nascente, que chegava para concorrer com a alemã Adidas, sua principal rival até hoje.



Inicialmente uma linha da marca Swoosh, segundo nome adotado pela empresa de Bowerman e Knight - o primeiro foi Blue Ribon Sports -, a Nike tem um dos símbolos gráficos mais originais e sintéticos do mercado. Semelhante a uma asa em referência à deusa Nice, o logotipo foi criado pelo jovem estudante de design gráfico Carolyn Davidson em 1971, e vendido por apenas 35 dólares à empresa. A marca vale hoje 13,706 bilhões de dólares.


Google
Uma das marcas mais famosas do mundo, Google seria originalmente chamada de Googol caso uma falha de comunicação não mudasse os planos de seus criadores. É que em 1996, quando os então estudantes da Universidade de Stanford Sergey Brin e Larry Page finalizaram um projeto e foram receber o pagamento, foram questionados sobre a ordem para a qual o cheque de 100 mil dólares deveria ser passado.


Brin e Page disseram que estavam pensando no nome “Googol”, inventado por Milton Sirotta, sobrinho do matemático americano Edward Kasner, para designar o número representado por 1 seguido de 100 zeros. Por ignorância, porém, o empresário que faria o pagamento escreveu “Google”. Os estudantes gostaram.Uma referência à origem do nome ainda pode ser vista no rodapé do site, em que o marcador de páginas de resultados é representado por um "G" seguido de vários “o”.






 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...